Dia Internacional da Mulher – Grandes Mulheres no Esporte

Comemorado no dia 8 de março, o Dia Internacional da Mulher representa a luta do público feminino em busca da igualdade de gênero e maior representação dentro da sociedade.

A ideia de uma celebração anual surgiu depois que o Partido Socialista da América, nos Estados Unidos, organizou uma série de manifestações pela igualdade de direitos civis e em favor do voto feminino.

A partir daí a data serve de inspiração para novas conquistas ao mesmo tempo em que tantas outras ainda estão por vir.

Em uma semana tão importante, a ZAGGA homenageia mulheres, brasileiras, que alcançaram grandes feitos e deixaram seus nomes na história do esporte, mostrando todo o potencial feminino em modalidades que exigem do físico e da mente e deixando claro a capacidade de atuar em alto nível. Confira a seguir:

 

Ballet: (Cecília Kerche)

A brasileira Cecília Kerche, nascida em 14/10/1960 na cidade de Lins, SP, é uma das personalidades mais importantes surgidas no ballet latino-americano das últimas décadas.

Com um talento artístico extraordinário e uma técnica refinada, a bailarina é Embaixatriz da Dança pelo Conselho Brasileiro da Dança, órgão vinculado à UNESCO.

Cecília iniciou seus estudos em dança aos 8 anos e, em 1982, ingressou no Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro onde foi promovida a primeira bailarina da companhia.

Ao longo de trinta anos de carreira, Cecília Kerche foi a bailarina brasileira que mais atuou em apresentações do balé “O Lago dos Cisnes” no exterior, além de se apresentar nos principais festivais de dança do mundo.

 

Fisiculturista: (Isa Pecini)

Isa Pecini, 23 anos, é uma das atletas mais badaladas do fisiculturismo mundial atualmente. A brasileira foi a campeã do tradicional Miss Olympia na categoria Bikini, campeonato mais importante da modalidade.

O título foi conquistado em 2019, quando Isa ainda estava com 22 anos de idade, tornando-a mais jovem campeã da história da categoria.

O que muitas pessoas não sabem é que a Miss Olympia iniciou suas atividades esportivas após sofrer de bulimia seguida de anorexia na adolescência. Isa Pecini chegou a pesar 37 kg (com 1,66m).

Após vários dias internada em uma clínica psiquiátrica, ela decidiu se matricular numa academia e aos 18 anos conheceu o fisiculturismo. O resto é sucesso.

 

Futebol: (Marta)

Nascida em Dois Riachos, Alagoas, Marta Vieira da Silva ganhou seis vezes (2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2018), sendo cinco consecutivas, como melhor jogadora de futebol do mundo pelo FIFA. O maior prêmio individual para um atleta deste esporte.

No ano de 2009, a Revista Época considerou Marta como um dos 100 brasileiros mais influentes do ano. Em 2015 ganhou o título de Maior Artilheira da História de todas as Copas do Mundo de Futebol Feminino devidos seus 15 gols na competição.

Como se não bastasse, Marta também é a maior artilheira da história da Seleção Brasileira feminina, com 110 gols anotados e a terceira atleta que mais vestiu a camisa da seleção.

Marta, atualmente tem 35 anos e joga pelo Orlando Pride, dos Estados Unidos.

 

Tênis: (Maria Esther Bueno)

Maria Esther Bueno é um dos maiores nomes do tênis brasileiro entre homens e mulheres. Conhecida como a bailarina do tênis, ganhou mais de 589 títulos internacionais em 20 anos de carreira, incluindo 19 Grand Slam (os quatro eventos anuais mais importantes do tênis).

Aos 19 anos, chegou ao posto de número 1 do mundo. Em 1964, a tenista entrou para o livro dos recordes Guinness após vencer uma partida em apenas 19 minutos. Se aposentou em 1977 e entrou para o Hall da Fama do Tênis, ao lado de Gustavo Kuerten, os dois únicos brasileiros.

Em 2012 foi eleita a melhor atleta de tênis do século XX da América Latina e ocupa a 38º posição dos maiores tenistas de todos os tempos.

Maria Esther Bueno faleceu em junho de 2018, vítima de um câncer, aos 78 anos de idade.

Basquete: (Hortência)

Hortência Fátima Marcari foi a primeira brasileira a ser incluída em duas galerias que destacam os melhores jogadores de basquete do mundo: a Women’s Basketball Hall of Fame, e a Naismith Memorial Basketball Hall of Fame.

Nascida em 1959, em Potirendaba, interior de São Paulo, Hortência é a maior pontuadora da história da Seleção Brasileira, com incríveis 3.160 pontos marcados em 127 partidas oficiais.

Ela já disputou cinco campeonatos mundiais e duas olimpíadas, sendo destaque nas conquistas da medalha de ouro no mundial de 1994 e na conquista da medalha de prata nas olimpíadas de 1996.

Hortência tornou-se ícone mundial depois de ter marcado 124 pontos em um único jogo. Hoje, aos 59 anos, é palestrante motivacional e consultora de esportes.

A Calçados Zagga deseja a todas mulheres sejam esportistas, atletas ou não, um Feliz dia das Mulheres.

O blog Zagga está sempre trazendo conteúdos interessantes para você, além de te informar sobre todas nossas ofertas e promoções. Aqui você fica sabendo de tudo! Continue nos acompanhando e aproveite também para conferir nossos outros artigos.

Compartilhe sua opinião sobre o artigo conosco:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *